terça-feira, 30 de março de 2010

Frase - Max Lucado

"... Nem sequer consigo lhe contar quantas vezes já não tinha mais esperanças, só esperando pelo momento de chegar ao fundo do poço, quando de repente percebia que estava suspenso no ar, por um par de mãos perfuradas por pregos."


(Extraído do Livro de Max Lucado - Ouvindo Deus na Tormenta)

3 comentários:

Andressa Bragança disse...

ai ai, eu estou suspensa nessas mãos..
eternamente...

Beijocas

Adriana disse...

Oi menina, passando para deixar um beijinho. Que o Senhor te abençoe.

Escritora em construção disse...

Essas mãos que são sempre tão misericordiosas...
É tão bom estar segura nelas...

Beijos!!!