segunda-feira, 30 de junho de 2008

DEUS: O Grande Pai de Amor

“Se vocês, apesar de serem maus, sabem dar boas coisas aos seus filhos, quanto mais o Pai de vocês, que está nos céus, dará coisas boas aos que lhe pedirem!” (Mateus 7.11).

Introdução: Quem já teve medo de pedir alguma coisa ao seu próprio pai? Sempre que sabemos que algo é errado, ou sabemos que ele não permitirá por não ser o melhor, temos medo de pedir alguma coisa ao nosso próprio pai carnal. Ou será que temos medo que a resposta dele nos prejudique e nos influencie a tomar a decisão errada? Você já teve medo de pedir algo a Deus? Você teve medo por quê?

I - Ter medo por quê?

Ter medo é sentir grande receio (hesitação, incerteza, apreensão), terror (qualidade de terrível; regime político assinalado por perseguições, prisões e morticínios), susto.
A primeira referência a medo que temos na Bíblia encontra-se em Gn. 3.10: “Ele respondeu: Ouvi a tua voz no jardim, e, porque estava nu, tive medo, e me escondi”. Lendo essa passagem, vemos como o pecado fez com que Adão tivesse medo de Deus. A separação entre Deus e o homem efetuada pelo pecado trouxe desconfiança da criatura para com o Criador.
Deus não é o tipo de tirano implacável, que sentado em um trono alto, atirada raios cósmicos sobre as pessoas aqui em baixo.
A Bíblia declara: “há um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, age por meio de todos e está em todos” (Ef. 4.6)
“Vede que grande amor nos tem concedido o Pai, a ponto de sermos chamados filhos de Deus; e, de fato, somos filhos de Deus. Por essa razão, o mundo não nos conhece, porquanto não o conheceu a ele mesmo” (I Jo 3.1).
“Todavia, para nós há um só Deus, o Pai, de quem são todas as coisas e para quem existimos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas, e nós também, por ele” (I Co 8.6)

II – O medo de Deus é engano do diabo

Porque temos medo de fazer a Deus perguntas como:

  • Deus, eu devo aceitar ou não aquele emprego?
  • Senhor, eu devo me mudar ou não para aquela cidade; namorar ou não aquele rapaz ou aquela moça?
  • Como devo usar esse dinheiro, ou aquele bem ou esse tempo que o Senhor me deu?

Por que será que às vezes temos medo de perguntar estas coisas a Deus? Será que no fundo tememos que Ele nos mande para aquele canto esquisito, trabalhar num emprego chato, ou gastar “nosso” dinheiro onde não queremos? Será que temos medo que a resposta Dele àquele namoro será “não”, e é por isso que “esquecemos” de pedir?
Nosso medo de Deus é engano do inimigo.
Deus não é um tirano distante que só quer saber dos nossos pecados e mandar a gente para uma vida sofrida de privação. Deus é um pai amoroso que deseja, pode e vai nos dar coisas boas.

III – Não ter medo; ter fé

Se o certo não temer, então temos que fazer exatamente o contrário: acreditar Nele. Precisamos confiar Nele. Senão, nem pediremos e nem saberemos o que perdemos. Confie em seu Pai. É Dele que vêm todas as coisas boas que você tem, que até hoje você já teve, ou um dia terá. E você terá muito mais, do bom e do melhor. Basta continuar crendo e confiando em seu Pai.
“Toda boa dádiva e todo dom perfeito são lá do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não pode existir variação ou sombra de mudança” (Tg 1.7).

Conclusão:

  • Creia no seu Deus. Ele nunca falhou, nunca mudou...
  • Ore: "Nosso Pai, coisa boa é ser seu filho. Antes vivíamos sem nome, sem herança e sem futuro. Mas agora, graças ao amor de Jesus, fazemos parte da grande família de Deus. Confiamos que o Senhor nos dará qualquer outra coisa que precisamos. Se o Senhor não nos der, é porque é melhor para nós. Satisfeitos e confiantes no amor do Senhor, agradecemos em nome de Jesus. Amém."
  • Aguarde com paciência a resposta do seu Pai de Amor. (Salmo 40.1)

Mensagem pregada pela Prª Walquíria Paiva na Igreja do Evangelho Quadrangular do Jardim Sol Nascente - Jandira/SP. Baseada em um devocional do site www.iluminalma.com

Um comentário:

Darlene** disse...

oi querida...passei para saber as news...uma otima quarta...beijos